O novo normal é trabalhar no que gosta?

Mães digitais

Por Lenise Regina

Tendências são um conjunto de sinais, de pistas de que algo se movimenta em diferentes direções ou setores, de modo nem tão silencioso assim. Graças a essas pistas, conseguimos desenhar ou mesmo entender melhor o “zeitgeist”, ou, o espírito do tempo.

Venho observando isso quando se fala de trabalho. O ganha-pão, o trampo, a função, o emprego ou sabe-se lá o sem número de nomes que “trabalho” tem. Fato é que deixou de ter apenas a função de prover a casa, pagar as contas, bater o ponto às 9h e levar uma outra vida depois das 19h.

O trabalho neste momento não é um desvio na vida, é a própria vida, o próprio cidadão.

As pessoas querem fazer o que acreditam, o que se parece com elas, que seja fiel ao que acreditam, divertido e, principalmente, que lhes possibilite ganhar dinheiro.

A cada dia, vemos o surgimento de novos canais focados no assunto, matér

ias em revistas, cursos sobre modelagem de negócios, pessoas deixando carreiras promissoras em grandes empresas para empreender suas próprias idéias, livros, conversas com amigos. A honestidade do sujeito consigo mesmo chegou ao trabalho!

Mas por que? Bem, quando eu tiver a resposta, vendo pra você! Brincadeira. Mas podemos nos perguntar: é a vida moderna ou é simplesmente um fad (modinha)? Ou as pistas nos levam à macrotendência do NOVO NORMAL?

Atrelado a isso, ainda vemos relações entre: economia criativa+viver com menos; humm, uma boa conversa para um outro post. E continuemos atentos aos sinais, que veêm de todos os lados!

  Continue Curioso

  Agora sim

  Escolha sua vida

  Business Jam

  Estaleiro Liberdade

  Simon Sinek – Como Grandes líderes inspiram ação

  Halls contrata

Foto de Lollyman

Crie um trabalho que você ame?

Conheça nosso curso online Empreenda Sua Paixão – o curso online para mulheres de mentes inquietas. No curso temos dois módulos dedicados ao autoconhecimento e teremos oportunidade de te ajudar a resgatar e se reconectar com seus valores, com seus pontos fortes, paixões e sonhos mais verdadeiros. E a partir daí criar um plano de ação para colocar tudo isso em prática.

RECEBA NOSSO MATERIAL GRATUITO POR EMAIL

* campos obrigatórios
“despertar"
About The Author

Lenise

vegetariana e apreciadora de ótimas cervejas, por escolha, e exploradora do mundo por vocação. o ordinário e a miudeza são focos do meu interesse. quando pedem uma definição do meu trabalho, lanço mão da reza-mantra de waly salomão "Tenho fome de me tornar em tudo que não sou". acredito cegamente no poder do coletivo, nas ideias transformadoras e que experiências memoráveis podem acontecer em qualquer lugar, duvida? comece desligando os fones de ouvido quando estiver em transportes coletivos!

  • Erik Nagasaki

    Realmente trabalhar no que gosta vale pena! Estou sempre viajando e leio em http://reservasonibus.com.br pois boas promoções de passagens de ônibus tenho sido melhor orientado. Fica a sugestção pois a qualidade e tranquilidade estão a bordo dessas rodonaves! Sucesso!

  • Olá Lenise,

    Muito Bom o Artigo.

    Um ponto muito interessante quando se trabalha com o que gosta, é que você consegue se expressar melhor, transmite confiança para as pessoas e o melhor é que seus resultados irão crescer.

    Att,

    Edson Silva

    • Lenise

      Obrigada, Edson

      Você tem toda razão!
      O normal tem de ser assim sempre, acredito. Mas muitos de nós devem conhecer zilhões de pessoas que trabalham como autômatas e sequer param para pensar se gostam ou não do que fazem, resultado, gente triste, mal preparada e frustrada.