Imagina largar tudo, viajar e começar algo novo? Foi isso que ela fez.

Já pensou largar o osso das 8 às 18hs, passar alguns meses viajando e começar algo completamente novo? Sonho de muita gente e parece garantia de momentos de pura felicidade, certo? Será? Nesta entrevista, a Fernanda nos conta como foi fazer exatamente isso que descrevemos: largou um emprego como diretora de contas em uma grande agência de publicidade e comprou uma passagem só de ida para a Tailândia. Mil reflexões profundas sobre a verdadeira felicidade e algumas ideias sobre realização, coragem, busca por auto-desenvolvimento, encontrar sua identidade e por aí vai. Um assunto delicioso. Obrigada Fê, pela entrevista e por compartilhar com a gente a sua trajetória inspiradora!

Captura de Tela 2013-11-14 às 11.42.43

1. Como você decidiu largar o emprego e ir viajar? O que a motivou a começar algo novo?

Eu comecei a trabalhar quando tinha 16 anos pelo simples fato de que nasci em uma família de classe média baixa e acreditava que para poder fazer tudo o que quisesse só era preciso ter dinheiro. Por isso, sempre fui muito focada nos meus objetivos e na minha carreira. Quando completei 30 anos, eu estava exatamente na posição que eu sempre sonhei em uma das maiores agências de propaganda do Brasil. Tinha um salário que me permitia realizar todas as minhas vontades e foi quando eu me dei conta de que o dinheiro sozinho não valia tanto se eu não tivesse tempo para aproveitá-lo. Ao mesmo tempo, como eu poderia ter mais tempo? Que outro trabalho pagaria o mesmo salário trabalhando menos? Essas eram perguntas que pareciam impossíveis de serem respondidas. Foi quando eu mudei totalmente o foco. Eu percebi que eu tinha criado todas as necessidades que me faziam acreditar que eu precisava daquele salário e, se eu pudesse mudar o meu estilo de vida, eu poderia ganhar menos, trabalhar menos e ter mais tempo para fazer as coisas que me faziam genuinamente feliz. Foi esse desejo que me motivou a deixar o meu emprego e começar algo novo. Assim nasceu o Projeto FÊliz com a Vida!

2. Como era a sua vida antes desta mudança?

Eu costumava trabalhar em média 10 horas por dia. Como morava muito longe do trabalho, acabava passando quase 4 horas no transito de São Paulo, ou seja, sobravam 10 horas para “viver” e dormir. Por muito tempo eu fui feliz adorava o que eu fazia, mas nos últimos anos comecei a ter a sensação de que o meu trabalho não agregava nada à vida das pessoas. Passava meses trabalhando em uma campanha e, no fim, eu não sentia a mesma alegria e orgulho que outras pessoas sentiam ao ver tudo pronto. Comecei a sentir falta de ver algum tipo de resultado que não fosse apenas nas metas de vendas dos meus clientes. Foi quando a luz vermelha começou a piscar e eu entendi que era a hora de tomar uma atitude.

3. Como tem sido este processo de mudanças? O que tem significado para você?

Não foi fácil. Tomar uma decisão como essa envolve muita coragem e planejamento. Planejei por um ano, juntei o dinheiro necessário para poder ficar um tempo sem renda e decidi mudar completamente meu estilo de vida. Essa não seria uma mudança temporária, mas sim, um novo jeito de viver. Como viver em São Paulo está cada dia mais caro e eu ainda não tinha certeza de como, nem por onde começar, decidi que o melhor caminho seria fazer o que eu mais amo: viajar e estudar! O tema escolhido foi a felicidade e o que é preciso para nos tornarmos mais felizes com a nossa vida. A cada livro lido, texto publicado no blog, e-mail ou comentário recebido eu sinto uma satisfação que há muito tempo não sentia. Meu maior prazer hoje é escrever pensando em como aquele texto pode ajudar as pessoas a acreditarem que a felicidade está mais perto do que elas imaginam.

4. Qual foi o principal desafio até o momento?

Tenho vários desafios com esse projeto, mas eu diria que o principal foi criar uma nova rotina de trabalho que envolve muita pesqiusa e ter de decidir tudo sozinha. Sempre fui uma pessoa muito colaborativa e que adora trocar ideias, por isso, passar a fazer tudo sozinha foi uma mudança bastante radical. Além disso, trabalhei por 16 anos em um esquema em que eu sabia exatamente o que pecisava ser feito e como fazer bem feito. Quando você decide se tornar uma empreendedora tudo é incerto e é preciso se acostumar com uma série de tentativas e erros até as coisas comecem a funcionar.

5. Qual foi a sua maior conquista até o momento?

Foi ter conseguido colocar todo esse projeto de pé. Desde a compra do domínio, a criação do logotipo até o design do site propriamente dito foram feitos por mim. Eu nunca tinha visto um código em HTML na minha vida, por isso, quando vi tudo pronto, o site no ar e sendo lido por pessoas que eu nem conhecia eu tive a certeza de que nada nessa vida é tão difícil.

6. O que você espera conquistar? Sonhos, planos?

Meu objetivo é ser uma espécie de especialista em felicidade. Tudo o que eu quero é dedicar o meu trabalho à melhoria do bem-estar das pessoas, mostrando que todo mundo pode ser mais FÊliz com a Vida! Além disso, meu sonho é que o site felizcomavida.com se torne uma plataforma onde as pessoas possam aprender tudo o que é preciso para que elas se tornem mais satisfeitas e realizadas com as suas vidas. Desde entender melhor a própria relação com o dinheiro e com o consumo até melhorar a autoconfiança e autoestima, já que todos esses elementos precisam estar em harmonia e são importantes para que sejamos mais felizes. Para isso tenho me dedicado a uma profunda pesquisa para fundamentar as minhas experiências pessoais e também fornecer um conteúdo de qualidade e relevante para os leitores.

7. Em sua opinião, o que você diria a quem busca ser mais feliz?

Eu diria para ser um eterno curioso, ter foco e calma. A curiosidade é o que faz com que a gente desligue o piloto automático e continue sempre procurando por algo novo ou por diferentes formas de enxergar ou fazer coisas que sempre fizeram parte das nossas vidas. O foco é o que nos mantém firme na corrida pelos nossos objetivos e a calma nos faz ter a tranquilidade necessária para suportar os desconfortos que certamente vão aparecer durante essa busca.

Site: FÊliz com a Vida

RECEBA NOSSO MATERIAL GRATUITO POR EMAIL

* campos obrigatórios
“despertar"
About The Author

Negócio de Mulher

Negócio de Mulher nasceu de um sonho: inspirar e ajudar outras mulheres empreendedoras. Quem escreve por aqui são as sócias: Karine Drumond e Priscila Valentino com colaboração de outras mulheres que compartilham dos mesmos propósitos.

  • É muito bom começar o dia lendo cases inspiradores como este. Tenho um filho de 4 anos e estou grávida de uma menina que nasce em março. Desde que descobri a gravidez, tenho tido cada vez mais vontade não de largar tudo, mas de abraçar uma profissão, um trabalho, um ofício que me permita ser mãe e profissional ao mesmo tempo. Estou começando a planejar uma forma de me dedicar à minha carreia em meio horário e à família no outro meio horário. Quero ter tempo para ver minha filha crescer, levar o mais velho na natação e me realizar como mulher (em vez de me matar de trabalhar, chegar em casa morta de cansada e terceirizar a educação deles à escola e morrer de culpa). Enfim, inspirador…

    • Ei Camila, seja bem vinda por aqui.

      Temos visto um movimento de mulheres que decidem empreender pós maternidade, isso nos Estados Unidos tem até um nome, não sei se já ouviu falar do fenômeno das “mompreuneurs”. Acho que uma forma é começar com um projeto paralelo, até mesmo para você conseguir conciliar o seu tempo e ir amadurecendo a ideia de um novo empreendimento próprio. Espero que a gente possa ajudar com inspirações e conteúdo :) Conte com a gente,

      bj

  • Rita Lanna

    Nunca vi ninguém ganhar dinheiro com a felicidade! O texto me fez refletir o quanto é preciso tomarmos as nossas decisões e sermos corajosas para colocar em prática nosso sonho, nossos desejos. Parabéns, FÊ!

    • Concordo Rita e também penso que a história dela exemplifica bem o que é coragem e também nos faz pensar o quanto coragem esta ligado a realização pessoal.

  • Adorei essa ideia da Fernanda e a achei muito corajosa por seguir um caminho totalmente diferente e surpreendente. Mas o que mais gostei é da ideia de melhorar a vida das pessoas através de sua experiência e dos seus textos. Acho sensacional a ideia de compartilhar as coisas com os outros. Já que ela teve a oportunidade de vivenciar uma experiencia tão engrandecedora como ela, muito gentil de sua parte compartilha-la com os outros a ajudá-los a se reencontrar. O site dela é um dos meus favoritos e o conteúdo só agrega na minha vida! :)

  • Parabéns Fernanda! Adorei sua história!!! Me inspiro muito em pessoas como você.
    Vou fazer 30 ano que vem e fiz exatamente a mesma coisa. Deixei meu emprego e abri meu próprio negócio também com o objetivo de agregar algo de bom na vida das pessoas. Melhor decisão da minha vida!
    Bjão!

  • Lorrayne

    Olá gostaria muito de tua ajuda.
    Se puder entrar em contato comigo, ficarei grata.
    Adorei tua história e sou fascinada pela experiência que conquistou viajando.