Encontrar um sócio é uma boa ideia? Como fazer isso?

como encontrar um socio

Começar um negócio completamente sozinha pode ser desmotivador no início, especialmente naqueles momentos de maiores dúvidas. Dividir responsabilidades, dores, desafios e também alegrias é um dos motivos do porquê as pessoas buscam sócios ou sócias.

Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado, com certeza vai mais longe.

Mas é preciso avaliar se realmente é necessário porque se feita uma escolha errada, o efeito pode ser o inverso. Começar sozinho pode ser difícil mas não impossível, depende muito do perfil do negócio e da sua personalidade. Um dos erros mais comuns é as pessoas buscarem pessoas muito parecidas, seja por amizade ou por já ser uma pessoa próxima (família, por exemplo). Para quem está em busca de encontrar um sócio pra tocar o barco junto, vale a pena analisar alguns dos ingredientes que considero importantes:

1. Habilidades ou Conhecimentos complementares

Você é uma excelente comunicadora e altamente criativa, mas sente falta de alguém com o “pé no chão” mais habilidosa com números e finanças. Neste caso pode ser uma boa solução encontrar alguém que tenha um conhecimento ou habilidade que te complementa. Quando for pensar em alguém para te ajudar no negócio pense em como esta pessoa pode completar o que você já faz bem.

2. Valores

Diferente das habilidades e conhecimentos, vocês precisam compartilhar alguns valores principais. Ou seja, precisam valorizar as mesmas coisas. Se, por exemplo, você valoriza “ter mais tempo com a família” e seu par é um workaholic, em algum momento essa diferença pode levá-los a um dilema de valores. O mesmo vale para a visão e propósito. Vocês compartilham da mesma visão de futuro? Da mesma ambição, das mesmas causas? Estão de acordo com a motivação por trás do negócio? Querem e desejam as mesmas coisas? Isso tudo pode ser dercoberto em algumas conversas ou observando o comportamento do outro.

3. Paixões

Você é apaixonada pelo o que você faz, mas será que a outra pessoa também? Você sabe a motivação dela em relação ao negócio? Se você começou esse negócio motivada pela paixão, pelo sonho e a outra pessoas está mais interessada nos resultados financeiros, em um primeiro momento pode parecer um casamento perfeito porque essa pessoa vai dar a sensação de “pé no chão” que você precisa, mas por outro lado, se as coisas vão mal ou surge um desafio, será que ela será capaz de manter o mesmo nível de motivação que você? Em qualquer negócio, existem trabalho duro e dedicação mas também deve haver diversão e a paixão é o seu principal motor.

4. Confiança

Uma sociedade é igual casamento. Você vai passar muito tempo com seu sócio e em muitos momentos terão de dividir decisões e tarefas. Assim como casamento, confiança pode existir desde o primeiro dia de namoro ou ser construída com o tempo. Mas uma coisa é certa, quanto mais confiança, maior será a velocidade das decisões e dos resultados.

5. Experiência compartilhada

Todas estas dicas podem até fazer sentido e podem até ser descobertas com algumas conversas mas eu acredito que se você ainda não conhece muito bem o seu potencial sócio, algumas coisas você somente descobre mesmo na prática, no dia a dia, nas dificuldades e desafios que aparecem nos projetos. Então uma dica é encontrar uma forma de vocês trabalharem juntos em algum projeto piloto antes de dar o passo definitivo. Talvez contratando essa pessoa para fazer um projeto com você ou colaborando em alguma parte do projeto. Já vi isso acontecer na prática: pessoas que são ótimas amigas, mas que ao trabalharem juntos como sócios não deram muito certo. Trabalhar junto exige um certo distanciamento emocional, que pode ser difícil se vocês são muito amigos. Difícil, porém não impossível, só é preciso ter isso em mente ;)

E por fim, uma última dica. Uma boa relação entre pessoas, como qualquer relacionamento, é construída a partir de um bom autoconhecimento das duas partes. Se você se conhece bem, sabe seus pontos fortes e aqueles aspectos que precisa completar, assim fica mais fácil encontrar o sócio perfeito. Se você está buscando este maior entendimento dos seus pontos fortes e habilidades, recomendo a leitura do nosso novo eBook “Como Descobrir Minhas Paixões e Habilidades“, que pode ser um bom começo =)

E então, você tem um sócio ou prefere caminhar sozinho? Você já passou por alguma destas dificuldades?

“despertar"


“coaching

Cadastre e receba gratuitamente nosso eBook "Quero Transformar Paixão em Negócio" e dicas para criar um negócio e vida que você ame:

About The Author

Karine Drumond

Karine Drumond é co-fundadora da Negócio de Mulher. Atua ajudando outras empreendedoras a transformarem ideias criativas e habilidades em negócios diferenciados. Também acredita no empreendedorismo como ferramenta de transformação. Trabalha com Design e Negócios Digitais desde 2006 e compartilha seu conhecimento e ideias neste site.