Adaptação à rotina de empreendedora

Olá, fui aluna da 1 ̊ turma do curso Empreenda sua Paixão e hoje estou aqui para falar como está sendo a transição de carreira com algumas dicas para ter foco na produtividade e se adaptar à nova rotina de empreendedora.

Quando me inscrevi no curso ainda era funcionária de empresa privada, mas, meu sonho era trabalhar integralmente no meu negócio e, navegando pela internet encontrei esse curso da Negócio de Mulher e pensei “é isso que eu preciso para fazer meu negócio virar realidade”. E de fato foi! Depois de três meses de ter iniciado o curso, pedi minha demissão e comecei a viver o que eu tanto queria.

Saí do curso com tudo planejado e ele funcionando, foram esses pontos que me ajudaram na decisão de dar esse passo. Porém, para viver como empreendedora precisamos de algumas ‘coisinhas’ para não desanimar.

A opção por empreender vem com o conjunto da liberdade, flexibilidade, autonomia, não ter chefe, fazer o que ama e ajudar pessoas a encontrarem sua paixão, também. Pois, sou coach de vida, e como me sentia desencorajada a viver meu sonho e hoje vivo, quero ajudar pessoas a viverem seus sonhos.

Contudo, acordar um dia sendo você e seu negócio é um sentimento único, que não existe explicação, apenas conseguimos sentí-lo. É muito bom acordar sabendo que está na construção de seu sonho, ou seja, fazendo o que ama e ainda ter resultados. No entanto, para tudo isso funcionar, precisamos saber que essa mudança de rotina tem um tempo de adaptação e, precisamos ter paciência. Eu sabia que iria ter uma mudança e me preparei, mas é no dia a dia que sabemos como realmente é.

Vivendo essa transformação tive alguns aprendizados que quero compartilhar com vocês como dicas para ter produtividade e acreditar no seu negócio. Ser empreendedora requer planejamento, saímos do curso sabendo aonde nosso negócio quer chegar, agora precisamos alinhá-lo com o que queremos e juntar em um planejamento. Pois, ele é o mapa da nossa rotina. Ali sabemos quais são as ações diárias para fazer o negócio acontecer e sermos produtivas.

Porém, existem fatores externos, e é aí onde devemos ser flexíveis para estar atualizando o planejamento, conforme as coisas acontecem, oportunidades aparecem e outras possibilidades surgem.

Outro ponto é a disciplina, ela está ligada ao seu comprometimento consigo e com seu negócio, muitas vezes podem aparecer distrações, convites, e até mesmo a preguiça, contudo, não perca o foco porque o resultado do seu negócio depende do que você está fazendo por ele. Nessa questão existem alguns adendos, eu por exemplo, produzo mais a noite, então estabeleci o horário de trabalho nesses períodos que tenho mais foco. A vantagem do empreendedorismo é isso, você fazer seu melhor horário.

Outro aspecto é ‘fugir’ do trabalho por alguns minutos se sentir que a produção caiu.

Ser empreendedora autônoma é não ter chefe, você é sua chefe, então trabalhe por você, cumpra com o que você planejou. Você não precisa sair das redes sociais correndo porque o chefe está chegando, mas sim por conta dos resultados que deseja alcançar. Aqui a dica é estabelecer horários para ler e responder emails, e acessar as redes sociais.

Por fim, a dica é ter paciência e fazer tudo com amor, o resultado virá. Tudo têm seu tempo de crescimento e maturidade e, precisamos respeitar.

Esses foram meus maiores aprendizados nesse início de Empreendedora. Viver fazendo o que ama só depende da gente querer e se permitir, os desafios existem mas são eles que nos fazem crescer.

Acredite no seu sonho e nos seus potenciais, assim irá viver fazendo o que Ama!

Agora é com vocês, o quanto está comprometida para viver seu sonho de fazer o que ama?

Beijos,

Juliana Nunes - coaching de vida na Dream Coaching

Juliana Nunes
Coach de Vida e idealizadora e fundadora do Dream Coaching
http://www.dreamcoaching.com.br/

 

“despertar"


“coaching

Cadastre e receba gratuitamente nosso eBook "Quero Transformar Paixão em Negócio" e dicas para criar um negócio e vida que você ame:

About The Author

Negócio de Mulher

Negócio de Mulher nasceu de um sonho: inspirar e ajudar outras mulheres empreendedoras. Quem escreve por aqui são as sócias: Karine Drumond e Priscila Valentino com colaboração de outras mulheres que compartilham dos mesmos propósitos.