O prato raso que norteia alguns empreendedores

O artigo de hoje é da Paula Menezes, empreendedora que fez sua empresa crescer e compartilha com a gente um pouco da sua experiência.

Incentivo muito a qualquer pessoa que tenha um sonho e queira colocá-lo em prática. Admiro que tem a coragem de se expor, tentar, lutar e por, literalmente, a mão na massa em algo que acredita. Mas acho que há um limite entre ser audacioso e não ter noção do que está fazendo. Por exemplo, em 2013, ainda no começo da expansão da +depil, eu achei que seria uma boa oportunidade participar de uma feira de franquias no Rio de Janeiro. Eu acredito no meu negócio, sei que ele está bem estruturado, temos uma boa apresentação e, acima de tudo, um bom conceito. Portanto, me expor diante dos grandes players em uma feira de franquias era, sim, uma audácia.

O que eu fiz? Eu fui à feira e aprendi muito com aquela primeira experiência. A partir de então, começamos a expandir para o Rio de Janeiro e a audácia daquela decisão só nos trouxe bons frutos. Porém, por trás de tudo aquilo, houve um processo de estudo dos concorrentes, dedicação integral ao negócio e ajustes, para que realmente desempenhássemos um bom papel naquele evento.

E aí que diferenciamos audácia de falta noção. Nem todos efetivamente se preparam ou têm a humildade de reconhecer uma incapacidade na hora de promover um negócio. A internet conectou o mundo, as idéias e possibilitou a criação de uma rede de network. Mas o estado “visual” que a tela nos coloca, muitas vezes, desestimula o estudo profundo ou atenção naquilo que se está fazendo. Uma prova disso é a pulverização de portais e blogs, com colunistas que sabem fazer tudo, menos escrever.

Não há nada mais grotesco do que pessoas que não compreendem o que é um sujeito e um predicado, não têm a noção mínima de ortografia e crase, pronomes, coesão… Pior ainda quando estas pessoas decidem ter blogs, colunas, entrevistar… Não posso aplaudir este tipo de “audácia”, mas o mundo, hoje tão despreparado culturalmente, certamente o fará.

O caminho do conhecimento parece cada vez mais raso e o imediatismo permeia todas as atitudes do ser humano. Se eu posso dar uma dica é: estude o que você quer fazer, onde você vai empreender. A princípio, poderá parecer até desnecessário diante de tantos “rasos”de sucesso, mas, certamente, em algum momento, você poderá apresentar o seu diferencial. Não acredite que o que está sendo feito por aí é padrão de qualidade a ser seguido. Vamos inverter este processo e valorizar os “pequenos” diferenciais. Conto com você!

Por Paula Menezes

paula-horizontal-01Advogada, sócia-diretora da +Franchising, consultoria em expansão de franquias detentora das marcas +depil e +olhar; Presidente da ABRAF, Associação Brasileira de Amigos e Familiares de Portadores de Hipertensão Pulmonar; Vice-Presidente da Sociedad Latina de Hipertension Pulmonar.

“despertar"


“coaching

Cadastre e receba gratuitamente nosso eBook "Quero Transformar Paixão em Negócio" e dicas para criar um negócio e vida que você ame:

About The Author

Negócio de Mulher

Negócio de Mulher nasceu de um sonho: inspirar e ajudar outras mulheres empreendedoras. Quem escreve por aqui são as sócias: Karine Drumond e Priscila Valentino com colaboração de outras mulheres que compartilham dos mesmos propósitos.