Teste sua autoconfiança e descubra 3 formas de finalmente começar a confiar em você.

Você quer ter mais brilho no olhar, perder o calafrio das noites de domingo, acordar feliz às segundas, trabalhar com mais paixão, viver seus sonhos, fazer seu próprio horário, ter mais tempo para você. Você trabalha arduamente, mergulha no processo de buscar fazer sempre o melhor, de empreender, de aprender com aqueles que já “chegaram lá”, mas no finalzinho do dia, ou no fundo do seu ser você nunca sente que está fazendo o suficiente para alcançar seu objetivo ou que não está pronta o suficiente?

Provavelmente você também já ouviu isso, seja conversando com pessoas que alcançaram sucesso ou pessoas que você admira: “A chave do sucesso é acreditar em você mesma”.

Mas…

Você sente que realmente confia em você mesma?

Descobrimos um pequeno teste e quero compartilhar com você. Vamos lá? Responda “sim” ou “não” às perguntas a seguir:

  • Quando você experimenta uma decepção, você repreende a si mesma e imediatamente acha que é um sinal de que você não tem o que é preciso para ter sucesso?
  • Quando você falha, você experimenta um período de tempo, que pode durar até um dia e às vezes mais, sentindo-se como um fracasso?
  • Você tem uma lista de certificados, cursos e estudos que você precisa concluir a fim de se sentir como você é capaz de ter sucesso?
  • Você tem uma crença persistente de que você não está completa ou “pronta o suficiente”?
  • Você sabe que é boa, mas você acha que, para ter sucesso, você precisa trabalhar ainda mais seus pontos fracos?
  • A opinião de seus pais e amigos importam, tanto que, se eles não concordam com as decisões que você faz, você se questiona?
  • Você implora a aprovação dos outros, sob a forma de sucesso financeiro, poder e elogios?
  • Você muda regularmente a sua visão de seu trabalho baseado no que os outros pensam?
  • Você tem uma constante sensação de confusão sobre o que você está destinado a fazer?
  • Você tem tido mais pensamentos negativos do que positivos sobre si mesma?

Segundo o artigo, se você respondeu “sim” a mais de cinco das perguntas acima, você pode estar com sua autoconfiança baixa. Você também pode ter uma crença de que você não pode mudar essa percepção, mas isso não é verdade. Sabemos que você pode sim.

Quer 3 exemplos de estratégias que você pode começar a usar hoje mesmo para mudar a sua percepção de você mesma e seu negócio?

1. Comece a ver os fracassos e decepções como oportunidades

Você criou o seu produto com todo carinho e paixão e colocou à venda e nada parece ter acontecido, ninguém ou poucos se importaram? É hora de mudar o modo de pensar sobre seu negócio. É preciso parar de “tentar” e começar a “testar”. O que isso significa? Significa que ao invés de tentar fazer as coisas, você precisa adotar o pensamento de um cientista e começar a testar. Ao testar, você muda suas perspectivas e as falhas se tornam oportunidade de entender onde sua hipótese estava errada, é o momento de procurar soluções alternativas, e é também aí onde a mágica acontece, onde a inovação e a criatividade nascem. Teste o quanto antes, aprenda cedo, evolua sempre.

2. Foque nos seus pontos fortes

Você provavelmente já ouviu muita gente dizer que você deve trabalhar em seus pontos fracos para se tornar uma pessoa melhor. Esqueça essa ideia. Não que ela esteja inteiramente errada mas uma das melhores maneiras de começar a acreditar em si mesmo é criar oportunidades onde você possa brilhar. E isso só é possível de fazer quando você usa seus pontos fortes, trabalha com aquilo que você tenha paixão, usa suas habilidades e faz coisas que você tenha facilidade em fazer e aprender. O trabalho deve ser desafiador, não difícil. Essa é a diferença. Se a maioria do seu trabalho aproveita seu talento, então vai ser mais fácil de acreditar em si mesmo. Já tivemos essa experiência em primeira mão ao criar o nosso curso online “Empreenda Sua Paixão”, onde fazemos o que amamos fazer que é guiar e inspirar outras mulheres como nós e usamos nossos pontos fortes (aprender, ensinar, inspirar, criar, motivar…). E isso tem aberto em nossa vida um poço sem fim de novas oportunidades (e claro, nossa autoconfiança tem sido turbinada como consequência).

3. Pense grande, mas comece pequeno

Você sabia que alguns estudos mostram que as mulheres são menos auto-confiantes que os homens? Influência cultural e social explicam boa parte desta questão, mas isso não significa que você não pode mudar isso. Em consenso com o que diz o artigo nós também acreditamos que o perfeccionismo é um dos fatores que pode matar a confiança. Precisamos aprender a tomar decisões com menos informações e principalmente AGIR mais e ANALISAR menos. Nos negócio, precisamos pensar grande, mas aprender também a começar pequeno. Em suma: comece antes de estar pronta :)

Aprenda mais

O Empreenda Sua Paixão é o nosso curso online criado especialmente para ajudar a inspirar mulheres que desejam empreender e criar uma vida ao redor de seus talentos e paixões. Nós criamos uma metodologia feita para desenvolver a autoconfiança feminina ao mesmo tempo em que desenvolve um plano de ação para testar e colocar em prática suas ideias e sonhos. Um passo a passo para sair do lugar e aprender com outras criativas como você. Saiba mais e faça sua inscrição aqui. Não fique de fora ;)

Beijos e até a próxima dica,

Karine Drumond

confianca

About The Author

Negócio de Mulher

Negócio de Mulher nasceu de um sonho: inspirar e ajudar outras mulheres empreendedoras. Quem escreve por aqui são as sócias: Karine Drumond e Priscila Valentino com colaboração de outras mulheres que compartilham dos mesmos propósitos.