Você tem medo de falar em público?

por Kátia Bianchi

Oh, meu Deus, tem uma fila de pessoas esperando para me ouvir! E agora? – aquela mulher pensou – Trabalho neste negócio há pouco tempo, ainda não estou pronta e morro de medo de me expor!!!

Ela parou, respirou fundo e acalmou-se. Analisou as possibilidades:

1ª) Eu posso me esconder, mandar dizer que estou viajando… que tal doente? Não, acho que “muito ocupada” é uma justificativa infalível! Todos estão ocupados e entenderão! Eu posso ficar aqui quietinha e esperar as pessoas esquecerem, daí não serei cobrada. Este negócio não está pronto ainda, não sei se vai dar certo, se as pessoas vão comprar a ideia. Se eu deixo aqui na gaveta, ninguém vai me criticar. É isso. Vou guardar!

2ª) Por outro lado, eu tenho pensado nisso há tanto tempo, é a possibilidade de fazer o que eu amo, já fui desafiada pelos amigos que acreditam no meu talento e prometi que provaria que “agora nada me segura”, eu só preciso mostrar que posso gerar valor, que posso ajudar estas pessoas! É isso, vou lá e mostro pra elas!!! […] E se eu chegar lá e não conseguir? Bom, eu posso me preparar antes. E se elas não gostarem? Estariam lá esperando, se não tivessem nenhum interesse? Não podem me dar nenhuma sugestão de melhoria? Não podem me ajudar a entregar o valor que elas precisam? Eu poderia descobrir o que elas estão buscando e onde isso se alinha com a minha paixão, talvez até possa coincidir com a minha proposta de valor. Eu vou!

E aí? Você conhece alguém assim? Pois eu declaro aqui que muitas vezes eu sou esta mulher e todo este turbilhão passa pela minha cabeça. Nem sempre é só chegar lá e mostrar as nossas ideias ao mundo. A gente fica pensando: Como é que eu vou fazer isso?

Então esta nossa conversa é sobre o COMO. Há uma primeira decisão que é: EU VOU. E uma segunda: COMO EU VOU. Bom, o COMO para mim foi exercitado deste sempre por meio da escrita, da fala e da comunicação em geral. E eu preciso dizer para vocês que a comunicação sobre os nossos talentos e paixões é exercitada, sim. Depois de tomar a decisão EU VOU (que é a mais importante, pois sem ela, você nem dá o passo em direção ao seu sucesso) a próxima etapa é planejar o COMO. Penso que estas 3 dicas podem te ajudar:

DICA 1 – Escreva. Você pode escrever um texto e trabalhar nele. Primeiro esqueça todas as regras e simplesmente coloque lá tudo o que você quer dizer. Só depois trabalhe nele para que fique claro, direto, agradável, para que seu leitor fique curioso para chegar ao fim. Bom, comece a praticar a escrita, porque mesmo para planejar o que vai falar, você vai precisar dela.

DICA 2 – Falar online vai aproximar você das pessoas que você quer ajudar. Seja em vídeo ou áudio, em pequenos trechos você pode ir compartilhando com seus seguidores as suas ideias e soluções. Para isso, pegue o seu esquema de apresentação, que já está no papel ou no arquivo digital e trabalhe nele para transformá-lo em voz/imagem. Respire fundo, prepare-se, ouça a sua voz, acostume-se a ouvi-la falando em velocidade média, com naturalidade, focando no que tem a dizer. Ensaie. Pratique. Refaça o que não gostou. Publique. Faça os próximos mudando o que quer mudar. Vá aos poucos. Curta os resultados.

DICA 3 – Falar para o seu público. Não é qualquer público, é o SEU. Estão ali para te ouvir, vieram em busca do que você tem a oferecer. Não vai manda-los embora de “mãos vazias”, né? Prepare o que você tem para eles com todo o carinho, “embale para presente e entregue”(volte a dica 2). Quero dizer que você tem o que as pessoas precisam, apenas dê a elas. Boa palestra! Ah, não vai embora ainda, fique para sorrir e simplesmente aceitar os elogios e agradecimentos, dizendo: – Eu que agradeço, foi ótimo ajudar você!

Kátia Bianchi, fonoaudióloga, artesã, buscando todo dia uma vida mais criativa, comunicativa e com propósito. www.lugardafala.com.br, www.katiabianchi.com.br, www.artekoisas.com.br.

RECEBA NOSSO MATERIAL GRATUITO POR EMAIL

* campos obrigatórios
“despertar"
About The Author

Negócio de Mulher

Negócio de Mulher nasceu de um sonho: inspirar e ajudar outras mulheres empreendedoras. Quem escreve por aqui são as sócias: Karine Drumond e Priscila Valentino com colaboração de outras mulheres que compartilham dos mesmos propósitos.